Descubra 5 dicas importantes para se proteger dos ataques de phishing que têm vindo a ser cada vez mais recorrentes.

  1. O primeiro conselho que podemos dar – e não serve só para se proteger do phishing – é ter um antivírus atualizado. O próprio sistema operativo que utiliza deve ter as atualizações regularizadas.
  1. Estar atento ao URL da página e ver se estamos a ter uma ligação segura. Ficam abaixo os exemplos dos diferentes browsers entre ligação segura e não segura. Neste caso, a Google representa a ligação segura e é geralmente exemplificado com um cadeado fechado.

  1. Não clicar em links que nos sugerem por email ou por sms. Por exemplo, quando num email lemos “Aceda ao seguinte link para alterar a sua password.” O melhor é aceder ao site como costumamos fazer normalmente, ou seja, escrevendo o link do mesmo na barra de pesquisa, recusando o clique em links duvidosos.
  1. Quando clicamos em alguma hiperligação, torna-se importante ver para onde o link nos vai levar, como no exemplo abaixo. Se o cursor estiver em cima de uma hiperligação, temos a indicação do local onde vamos parar caso carreguemos na mesma.

  1. Outra hipótese é ter um username, uma password e códigos falsos. Sempre que lhe pedirem para inserir os seus dados em campos específicos, coloque os dados falsos. Se estes forem aceites, então provavelmente trata-se de um caso de phishing.

Não se esqueça que entidades confiáveis nunca lhe pedirão para digitar a sua password num email e enviá-la a quem quer que seja. Caso receba emails a pedir informações confidenciais, desconfie sempre. Proteja-se.

© 2019 Serifa